Compostagem Doméstica


   
O que é a compostagem?

A compostagem é um processo biológico através do qual os microrganismos transformam a matéria orgânica (folhas, papel, restos de fruta e hortaliças) numa substância semelhante ao solo, à qual chamamos de composto.
Este composto, rico em nutrientes, melhora o crescimento das plantas, relvados e jardins.

Os resíduos que podem e devem ser compostados são, normalmente, classificados em "verdes” e ”castanhos” conforme o teor de humidade e a proporção de nutrientes.

Para que a compostagem decorra da melhor forma, é fundamental ter a maior diversidade de resíduos possível, numa proporção igual de verdes e castanhos.


Como se faz?

1. ESCOLHA O LOCAL




De preferência à sombra, com um ponto de água e sem vento (para evitar a secagem do composto).



2. PREPARE O FUNDO


Coloque uma camada de pequenos ramos para possibilitar o arejamento e impedir a compactação.



3. MISTURE OS MATERIAIS

Disponha os resíduos verdes e castanhos em camadas alternadas, sendo a última sempre
de resíduos castanhos.



4. DEIXE AREJAR

Coloque a pilha de resíduos orgânicos em contacto com a terra para permitir a entrada
de microrganismos e a drenagem da água.




5. MANTENHA O COMPOSTO HÚMIDO


Regue sempre que necessário.




Fatores que influenciam o processo


TEMPERATURA

Deve medir-se a temperatura periodicamente, sendo que a temperatura ideal deverá situar-se entre os 60 e os 65ºC.



AREJAMENTO

Sem oxigénio os microrganismos não conseguem respirar e, por conseguinte, não conseguem realizar a compostagem. Daí que seja necessário revirar a pilha de resíduos orgânicos para o arejar.



HUMIDADE

Para que os microrganismos possam atuar eficazmente, a pilha de resíduos orgânicos deverá ter alguma humidade. Regularmente, pegue numa porção da pilha de resíduos orgânicos e aperte. As mãos deverão ficar húmidas, mas não deverá escorrer água.



UTILIZAÇÃO DO COMPOSTO

O composto deverá estar pronto entre dois a três meses, desde que preenchidas as suas necessidades nutricionais e realizadas as operações de arejamento (uma a duas vezes por semana). No final, o composto deverá ter um aspeto homogéneo, cor acastanhada e cheiro a terra húmida.



O que pode ser compostado?

Antes de começar a utilizar o seu compostor doméstico, saiba quais os materiais que podem ou não ser compostados.

VERDESCASTANHOSNÃO PODEM SER COMPOSTADOS
Geralmente húmidos e ricos em Azoto
Geralmente secos e ricos em Carbono

· Folhas verdes
· Restos de vegetais crus e frutas
· Restos de relva cortada
· Borras de café e sacos de chá
· Restos de plantas (sem doenças nem pesticidas)
· Hortaliças
· Cascas de ovos esmagadas
· Pão
· Flores
· Folhas secas e serradura
· Palha e erva seca
· Pequenos ramos
· Restos de frutos secos
· Cascas de batata
· Agulhas de pinheiro
· Guardanapos e outros papéis não plastificados

· Restos de comida cozinhada (carne, ossos ou peixe)
· Plantas doentes ou com sementes
· Cortiça
· Carvão, cinzas e pontas de cigarro
· Produtos lácteos
· Produtos gordos (restos de queijo, manteiga ou molhos)
· Restos de plantas tratados com produtos químicos
· Excrementos de animais domésticos


Problemas, Causas e Soluções

PROBLEMAS CAUSAS POSSÍVEIS SOLUÇÕES
Cheiro a podre
· Humidade em excesso
· Demasiados verdes
· Compactação exagerada
· Revire a pilha regularmente
· Adicione castanhos
· Misture materiais que não compactem (pequenos troncos) para aumentar a circulação de ar
Temperatura alta
· Falta de verdes
· Arejamento ou humidade insuficientes
· Revire a pilha regularmente
· Adicione verdes
· Aumente ou diminua a quantidade de composto
Temperatura baixa
· Poucos materiais para compostar
· Arejamento insuficiente
· Aumente a quantidade de materiais para compostar
· Adicione água quando revirar a pilha
O compostor atrai animais (cães, gatos, moscas ou ratos)
· Foram adicionados materiais impróprios
· Não adicione carne, ossos, peixe ou molhos
· Adicione uma pequena cobertura de solo aos restos de materiais frescos para evitar as moscas
Processo de compostagem muito lento
· Os materiais adicionados têm dimensões demasiado grandes
· Corte os materiais em pedaços mais pequenos (nunca superiores a 20/25 cm)
· Adicione um pouco de terra e/ou estrume de modo a ativar o processo
Composto demasiado húmido
· Drenagem insuficiente
· Falta de ar
· Excesso de água
· Adicione folhas secas
· Remexa o composto para aumentar a circulação de ar

  • Quantidade de compostores limitada ao stock existente
  • Imagem do compostor meramente ilustrativa

Para receber um compostor em sua casa, preencha, por favor, seguinte formulário.



NOTA: Estes compostores destinam-se unicamente aos habitantes dos concelhos de Castelo de Paiva, Felgueiras, Lousada, Paços de Ferreira, Paredes e Penafiel. Os compostores apenas serão disponibilizados a habitações que possuam espaços adequados à prática da compostagem: jardins, hortas, quintas e pomares.